Fiscalização de Impacto no Sul foi tema da reunião de coordenadores de câmaras

Coordenadores de câmaras especializadas do CREA-SC reuniram-se na tarde desta quinta-feira (12/04), na sede do Conselho, em Florianópolis. O encontro contou com a coordenação da 1º vice-presidente, Eng. Sanit. Amb. e Civil Roberta Mass dos Anjos.

Os esclarecimentos sobre a saída dos técnicos do CREA-SC tendo em vista a aprovação da Lei n.º 13.639/2018 que cria os conselhos profissionais dos técnicos industriais e dos técnicos agrícolas foi um dos temas em pauta. O assunto foi abordado pelo superintendente, Eng. Civil Laércio Domingos Tabalipa, que destacou a continuidade dos serviços prestados pelo CREA-SC e da fiscalização  até que os mesmos estejam definitivamente instituídos, conforme determina a legislação dentro dos respectivos prazos. “Os técnicos ainda se encontram registrados no Sistema Confea/Crea e a fiscalização continua sendo exercida pelo nosso Conselho.”

 

 

O presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann disse que pretende fazer uma transição amigável, auxiliando no que for preciso e colocando o CREA-SC a disposição.  Segundo ele, será criada uma comissão que vai acompanhar e assessorar todo o processo de transição.

 

 

 

A fiscalização de Impacto que será realizada na Sul do estado entre os dias 23 e 27.04 nas inspetorias de Criciúma, Tubarão e Araranguá envolvendo 47 municípios também esteve em debate. A ação terá a participação de 23 agentes fiscais nas diferentes áreas de atuação profissional. O tema foi abordado pelo gerente de fiscalização, Eng. Agr. Felipe Penter, que apresentou os números e resultados da última fiscalização de impacto realizada no Oeste do estado nos municípios da Inspetoria de São Miguel do Oeste no ano passado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.