Creas de SC, PR e RS reúnem-se em Florianópolis para a 4ª reunião do CREASUL

 

Propostas para o Ensino à distância; atribuições de nível médio, alterações na Lei 5194/66 e na resolução 1.025/2009 são temas da pauta

 

Representantes dos Creas de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul reuniram-se nesta segunda-feira (15) em Florianópolis, para a 4ª reunião ordinária do CREASUL. O encontro tem a coordenação do presidente Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann, com participações dos presidentes do CREA-PR, Eng. Civil Ricardo Rocha de Oliveira e do CREA-RS, Engª. Civil Alice Helena Coelho Scholl.

 

Entre os temas em debate está a proposta que deve ser apresentada no Colégio de Presidentes (CP) sobre a possibilidade de extensão de atribuição aos profissionais de nível médio que também possuem nível superior. Em resumo, a sugestão é de que o profissional graduado possa manter as atribuições referentes aos cursos técnicos de nível médio já vinculados aos Creas, apesar da saída dos técnicos industriais em dezembro de 2018.

 

Outra proposta para ser levada ao CP diz respeito ao Ensino à Distância. Enquanto o CREA-SC possui apenas um curso de Engenharia de Produção à distância, os Creas do PR e RS ainda não têm nenhum curso EaD registrado. O objetivo é solicitar um posicionamento do Confea sobre a temática com o objetivo de debater a qualidade dos cursos presenciais e à distância, buscando também uma aproximação com o Ministério da Educação (MEC).

 

 

Entre outros temas da pauta estão sugestões de alteração na Lei nº 5.194/66 e ainda na Resolução 1.025/2009, pelo CREA-PR, além de propostas para novas diretrizes curriculares na engenharia. Os presidentes informaram também sobre as participações nos GTs do Confea, entre eles: o GT Prodesu, pelo presidente Ari Neumann e os GTs Arquivo Nacional e Microempreendedor Individual (MEI), pelo presidente Ricardo de Oliveira.

 

Também participam da reunião: o superintendente do CREA-PR, Eng. Agr. Celso Roberto Ritter; o 2º vice-presidente do CREA-SC, Eng. Mec. João Paulo Schmalz; o superintendente Eng. Civil Laércio Tabalipa; o gerente de fiscalização, Eng. Agr. Felipe Penter; o assessor parlamentar, Eng. Mec. Wilson Floriani; o chefe de gabinete, Eng. Agr. Nelton Baú, o assessor de apoio às entidades de classe, Eng. Agr. Luiz Carlos Coelho; o procurador chefe, Adv. Claude Farias; e a gerente do Departamento Técnico, Eng. Agr. Isabelle Regis.