21/4: Dia de Tiradentes

image_pdf

 

Joaquim José da Silva Xavier foi um dentista, tropeiro, minerador, comerciante e grande ativista político brasileiro imortalizado por sua participação decisiva na conspiração separatista conhecida como Inconfidência Mineira.

Descontentes com a política fiscal de Portugal sobre a rica Província Brasileira, a elite econômica de Minas Gerais planejou a conspiração.

Muito embora seus objetivos fossem valiosos, como a instituição da república e o direito ao voto, a Inconfidência Mineira nem sequer ocorreu devido à denúncia feito por Joaquim Silvério dos Reis, fazendeiro e dono de minas de ouro que se encontrava altamente endividado com as autoridades portuguesas.

Ao denunciar o movimento ao governador da capitania, Joaquim teve suas dívidas perdoadas e comprometeu uma série de membros da elite, sentenciados à morte ou a degredos para a África.

Antes das penas serem executadas, a coroa portuguesa concedeu perdão a todos os revoltos de classe mais alta, mas, determinou a morte de Tiradentes, que foi enforcado e esquartejado em praça pública em 21 de abril de 1792 por ser o único membro de classe humilde envolvido na conspiração.

Considerado o patrono cívico e militar do Brasil, Tiradentes ainda é lembrado como um ícone defensor da República Federativa do Brasil e recebe nossa homenagem até os dias de hoje.