Eng. Agr. Edilene Steinwandter é listada pela Forbes como uma das 100 mulheres poderosas do Agronegócio brasileiro

image_pdf

 

A Eng Agr. Edilene Steinwandter, presidente da Epagri, foi listada pela Forbes como uma das 100 mulheres que se destacam no agronegócio. Edilene exerce com excelência a missão de liderar uma empresa que é orgulho de SC e o reconhecimento é merecido.

Filha de agricultores e indicada ao atual cargo pelos próprios colegas de trabalho, a engenheira agrônoma é a primeira mulher a assumir a presidência da Epagri/SC (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), criada em 1991 e vinculada ao governo do estado. A posse ocorreu em fevereiro deste ano.

 

Edilene é formada em Agronomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1999), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Santa Maria (2009), e tem especialização em Produção de Ruminantes pela Universidade Federal de Lavras. Está na Epagri desde 2002 quando foi concursada como extensionista.

 

Outras duas mulheres catarinenses também estão na lista da Forbes das 100 lideranças do agronegócio brasileiro: Joanita Maestri Karoleski, presidente do Fundo JBS para a Amazônia; e Tânia Zanella, a superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

 

A lista cita também outras três executivas que atuam em empresas sediadas em Santa Catarina: Lisiane Oliveira, empresária da Novah Natural, que atua na área de alimentação vegana de Florianópolis; Grazielle Parenti, vice-presidente global de relações institucionais, reputação e sustentabilidade da BRF; e Renata Nascimento, gerente de pesquisa e desenvolvimento em Inovação de Base Vegetal da Seara Alimentos.

 

Foto: Divulgação Epagri

 

Forbes lista as 100 Mulheres Poderosas do Agro

 

No Dia Internacional da Mulher Rural, as brasileiras mostram o lado empreendedor do campo

 

Confira quem são as super poderosas na produção de alimentos, pesquisa, empresas, foodtechs, consultorias, instituições financeiras, política, entidades, grupo e, mais do que nunca, influenciadoras digitais.

 

Mulheres de destaque estão por toda parte. Cada vez mais, elas têm ocupado espaços importantes na sociedade. E no agronegócio não é diferente. Dia 15 de outubro foi o Dia Internacional da Mulher Rural, instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1995 com o intuito de elevar a consciência mundial sobre a importância dessa figura feminina como protagonista nas mudanças econômicas, sociais, ambientais e políticas.

 

A Forbes Brasil aproveitou a data e lançou a primeira lista “100 Mulheres Poderosas do Agro”, com nomes que estão transformando diferentes segmentos do setor. Na lista, a Forbes selecionou representantes do movimento de mudança no campo. Por meio delas, o objetivo é homenagear as demais mulheres que atuam no agronegócio – mesmo que o trabalho seja realizado a partir das cidades.

 

Para chegar aos 100 nomes, a Forbes pesquisou, perguntou, buscou orientação de lideranças e também resgatar informações de reportagens especiais. São mulheres que se destacam em diferentes setores do agronegócio: elas estão presentes na produção de alimentos de origem vegetal e animal, na academia, na pesquisa, nas empresas, em foodtechs, em consultorias, em instituições financeiras, na política, nas entidades e nos grupos de classe e, mais do que nunca, nas redes sociais.

 

Confira aqui a matéria completa da Forbes.