10º CNP definirá os rumos do Sistema Confea/Crea

Na manhã da sexta-feira (20), o presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger, e o conselheiro federal e coordenador da Comissão de Articulação Institucional (Cais), eng. agr. João Bosco de Andrade Lima Filho, deram as boas-vindas aos 509 delegados – 380 estaduais e 129 institucionais -, entre eles os do CREA-SC, participantes do 10º Congresso Nacional dos Profissionais (CNP), realizado no Centro de Convenções de Palmas (TO).

Ladeados pelos assistentes Ricardo Sotto Maior e Edgar Barcelar, funcionários do Confea, Krüger e Bosco conduziram os trabalhos com base na Resolução 1013/2005, do Confea, que regulamenta a organização e o funcionamento da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) e do CNP. A pauta foi aberta com a escolha, entre os participantes, do 1º e 2º secretários, respectivamente, Humberto Dalber (Crea-RS) e Karine Moreira (Crea-DF), e dos 1º e 2º relatores, Célia Rosa (Crea-PR) e Dalila Araújo (Crea BA).

 

 

Na sequência, os delegados sugeriram e aprovaram alterações no regimento do congresso, entre elas, a distribuição equitativa de delegados entre convidados – apenas com direito a voz – e profissionais, assim como entre delegados institucionais e estaduais. Os participantes também sugeriram alterar o regimento quanto ao encaminhamento das propostas aprovadas durante o CNP, bem como a divulgação das informações referentes ao andamento e implementação das mesmas junto ao Confea.

 

Ao historiar a evolução dos trabalhos, Joel Krüger explicou que 510 propostas foram originadas nos Congressos Estaduais de Profissionais (Ceps) e enviadas ao Grupo de Trabalho CNP, do Confea, e que depois de agrupadas e sistematizadas se reduziram a 45.

 

Lembrando que o quórum mínimo para a votação das propostas é de 306 delegados, Joel Krüger informou que os destaques sugeridos e aprovados já valem para o regimento deste ano, enquanto as propostas de alteração, se aprovadas, vão compor o regimento do 11º CNP, a ser realizado em 2022. Ele também afirmou que as moções têm que ser apresentadas até o meio-dia de sábado com assinatura de, no mínimo, um terço dos delegados credenciados.

 

Com número variável de integrantes e diferenciados por cor, os oito grupos de trabalho analisam até amanhã, sábado, último dia do 10º CNP, todas as 45 propostas. Seguem para a plenária final somente as propostas rejeitas em seis ou mais grupos, as demais estarão automaticamente aprovadas.

 

Confira:
GT Amarelo, 64 integrantes – coordenador Clóvis Silvio Simões
GT Azul, 67 integrantes –  coordenador Ubiratan Oro
GT Laranja 62 integrantes – coordenadora Paula Pinheiro
GT Cinza, 66 integrantes – coordenador Carlos Nakazima
GT Roxo, 58 integrantes – coordenador Felipe Monclair
GT Verde, 65 integrantes – coordenador Ricardo Veiga
GT Vermelho, 64 integrantes – coordenador Marcio José
GT Preto, 63 integrantes – coordenador Jorge Samir

 

Reportagem: Adriano Comin (Crea-SC), Maria Helena de Carvalho (Confea) e Valcilena de Oliveira (Crea-AC)
Edição: Julianna Curado (Confea)
Revisão: Lidiane Barbosa (Confea)
Equipe de Comunicação da 10º CNP
Fotos: Damasceno Fotografia e Marck Castro/Confea