Seminário Nacional debate Gestão de Perdas de Água e Eficiência Energética

 

O CREA-SC participou da abertura do 5º Seminário Nacional de Gestão de Perdas de Água e Eficiência Energética, nesta terça-feira, 14 de agosto, em Florianópolis. O encontro promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária E Ambiental – ABES foi até quarta, dia 15, alertando profissionais a se engajem no propósito de melhorar os indicadores do país.

 

 

A solenidade contou com a presença do engenheiro Ari Neumann, presidente do CREA-SC; do engenheiro Ricardo Rover Machado, Corsan e coordenador da Câmara Temática Nacional da ABES de Gestão de Perdas e Eficiência Energética; de Ademir Isidoro, da seção regional dos Assemae – Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento; Sérgio Bahls, da ABES-PR, representando a presidência nacional da ABES; além de Bruno Kossatz, gerente de políticas operacionais da Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN).

 

O evento contou com a participação de mais de 120 profissionais. Para Bruno Kosstaz, representante da CASAN, que ministrou a Palestra Magna do seminário, o desafio é nacional e é preciso subir um degrau a cada dia. As ações para gestão de perdas de água da Casan foi o tema principal. 

 

Ele apontou os três fatores que podem interferir no controle de perdas de água: políticos, econômicos e sociais. Mostrou o equívoco de confundir o termo técnico perda de água (que envolve não faturamento e perdas físicas) com desperdício.

 

A Eng. Sanit. Amb. e Civil Roberta Maas dos Anjos, 1ª vice-presidente do CREA-SC e funcionária da CASAN, fez a mediação do painel Governança de Redução de Perdas e Água em Empresas de Saneamento

 

Saiba mais em http://abes-dn.org.br/?p=19723

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.