Corupá sedia 7º Workshop Catarinense de Indicação Geográfica

 

O presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann, recebeu na manhã desta segunda-feira (4), na sede do Conselho, em Florianópolis, representantes da Associação dos Bananicultores de Corupá (ASBANCO). Na pauta do encontro, o convite e o pedido de apoio para o Workshop Catarinense de Indicação Geográfica, evento que acontece de 8 a 9 de agosto e chega a 7ª edição reunindo mais de 300 congressistas de 12 países.

A ASBANCO é uma associação conveniada ao CREA-SC que reúne engenheiros e técnicos agrícolas com o objetivo de prestar serviços de assistência técnica e extensão rural às mais de 400 famílias e produtores associados. Desde agosto de 2016, a entidade busca o selo de Indicação Geográfica (ID) para a banana produzida na região de Corupá, junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

 

A diretora executiva da ASBANCO, Eliane Cristina Müller, explica que a IG representa o mais alto grau de reconhecimento de um produto em nível mundial e é conferida a produtos que são característicos do seu local de origem pelas condições climáticas, reputação, valor intrínseco, identidade e distinção aos demais.

Comunidade e produtores da região que congrega os municípios de Corupá, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Schroeder, esperam receber a IG durante o workshop que acontece junto com as festividades do Dia Municipal da Banana de Corupá.

Participaram da reunião no CREA-SC, o presidente da ASBANCO, Adolar Behnke, a diretora executiva Eliane Cristina Müller, Miguel Luciano da Silva, da Rede de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável, o diretor regional de Jaraguá do Sul, Eng. Civil Osmar Günther; o inspetor de Jaraguá do Sul, Eng. Agr. Celso Eduardo Wassmansdorf; o chefe de gabinete, Eng. Agr. Nelton Baú; e o assessor parlamentar do CREA-SC, Luiz Carlos Coelho. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.