Corali e Engenheiros Sem Fronteiras – núcleo Florianópolis se unem na organização do Programa Minatech

image_pdf

 

 

O objetivo principal do Programa é transformar a realidade destas mulheres, incentivando a escolha de carreiras e cursos da área técnica.

 

 

Foi lançado na noite de ontem (16), por vídeo conferência, o Programa Minatech, dedicado a inspirar, apoiar, acompanhar e incluir jovens mulheres do ensino público no mercado das engenharias ou em outras carreiras da área tecnológica. A iniciativa é da ONG Corali, que apoia pessoas de grupos minoritários em sua entrada e inclusão no mercado de trabalho de tecnologia e no empreendedorismo, em parceria com o Engenheiros Sem Fronteiras – núcleo Florianópolis, com apoio do CREA-SC por meio da Política de Patrocínio.

A especialista em diversidade, inclusão e pertencimento e presidente na Corali, Eng. Eletric. Tatiana Takimoto coordenou o evento. Participaram também o presidente do CREA-SC, Eng. Civil e Seg. Trab. Carlos Alberto Kita Xavier; a Eng. Jaqueline de Vasconcellos, do Engenheiros Sem Fronteiras – núcleo Florianópolis; a diretora regional da Inspetoria do CREA-SC de Criciúma, Eng. Civil Kamila Rodrigues da Silva; e a assessora de apoio às instituições de ensino do CREA-SC, Eng. Civil e Seg. Trab. Caroline Burtet.

 

 

O objetivo principal do Programa é transformar a realidade destas mulheres, incentivando a escolha de carreiras e cursos da área técnica. Em longo prazo visa também alcançar a igualdade de gênero e toda a sua diversidade nas áreas técnicas.

“O lançamento foi fundamental para apresentarmos o programa à sociedade e mostrar que estamos genuinamente dispostas e preparadas para apoiar as meninas que hoje possuem menos oportunidades, seja na educação ou no mercado de trabalho”, comenta a Eng. Eletric. Tatiana Takimoto. “Somos todas voluntárias e o lançamento abre as portas e nos coloca à disposição para apoiar mais meninas e também para que as pessoas possam nos apoiar como puderem,” completa.

 

Saiba mais

 

O Programa Minatech vem sendo idealizado desde 2019 e que a parceria entre Corali e Engenheiros sem Fronteiras permitiu que o projeto se tornasse realidade. Desde janeiro de 2021, as duas ONGs vem trabalhando no planejamento e organização das etapas e atividades do programa que são: inspirar as meninas do ensino médio de escolas públicas para as carreiras de tecnologia; apoiar com aulas particulares para os vestibulares; acompanhar durante a trajetória na universidade seja no lado financeiro ou psicológico; e incluir nas empresas de tecnologia.

A Corali é uma ONG, cujo objetivo é promover a diversidade e a inclusão no ecossistema de tecnologia e inovação. A ONG foi fundada em junto de 2020 e desde então vem promovendo palestras, encontros e mentorias para mulheres que desejam empreender neste universo da tecnologia.