Sorteadas a ordem e a numeração dos candidatos à presidência do Confea

O processo eleitoral do Sistema Confea/Crea e Mútua deu mais um passo, na tarde desta quinta (11), quando a Comissão Eleitoral Federal promoveu os sorteios da ordem na cédula eleitoral e da numeração dos candidatos a presidência do Confea. Esta etapa do processo eleitoral foi desenvolvida no plenário do Confea, com transmissão ao vivo no site do Conselho, durante o 2º Seminário de Comunicação Institucional do Sistema, que prossegue até esta quinta-feira (12), agora no Hotel San Marco, em Brasília. Os jornalistas da Assessoria de Comunicação do CREA-SC participam do evento, Claudia de Oliveira, Coordenadora da Aicom e Adriano Comin.

“Esperamos que o processo eleitoral seja feito com justiça, de acordo com as normas definidas. Aproveitamos o Seminário de Comunicação para promover esse sorteio, como forma de dar a maior visibilidade possível a esse momento. É preciso mostrar como tudo é feito com a maior isenção possível”, considerou o coordenador da CEF, eng. agr. João Bosco de Andrade Lima Filho. Além da escolha do presidente do Confea, o processo eleitoral de 3 de junho próximo definirá os próximos presidentes dos Creas, conselheiros federais representantes dos estados da Bahia (Modalidade Industrial); Maranhão (Engenharia Elétrica); Paraná (Agronomia); Rio Grande do Sul (Agronomia) e Tocantins (Engenharia Civil) e ainda os diretores gerais e administrativos das Mútuas regionais.

Representante da comunicação do Crea-AP, Bruno Américo, participou do sorteio

Com a presença de representantes dos candidatos Diego Mesquita Aguiar, Joel Krüger e Paulo Roberto de Queirós Guimarães e dos demais integrantes da CEF, conselheiros federais Carlos Eduardo de Vilhena Paiva (coordenador adjunto), Annibal Lacerda Margon, Renan Guimarães de Azevedo, Ricardo Augusto Mello de Araújo e José Miguel de Melo Lima, foram sorteadas as seguintes numerações (entre números de 10 a 29), que constarão das urnas eletrônicas:

12 – Eng. Civ. Paulo Roberto de Queiroz Guimarães
15 – Eng. Civ. e Seg. Trab. Marcos Moliterno
20 – Eng. Agr. Diogo Mesquita Aguiar
22 – Eng. Civ. Joel Krüger
24 – Eng. Eletric. Alexandre Magno Santos Cruz
27 – Eng. Ftal. Rizomar Rodrigues da Silva

Nas cédulas eleitorais, a serem utilizadas apenas nos estados em que não foi possível obter as urnas eletrônicas junto aos Tribunais Regionais Eleitorais e ainda em casos em que não seja possível realizar o processo eletrônico, constará a seguinte ordem, também definida no sorteio:

Eng. Agr. Diogo Mesquita Aguiar
Eng. Eletric. Alexandre Magno Santos Cruz
Eng. Civ. Joel Krüger
Eng. Civ. Paulo Roberto de Queiroz Guimarães
Eng. Ftal Rizomar Rodrigues da Silva
Eng. Civ. Marcos Moliterno

Esclarecimentos aos comunicadores

Antes do sorteio, os representantes das áreas de comunicação dos Creas receberam orientações, por parte do advogado João de Carvalho (apoio jurídico) e da assistente técnica da Comissão Eleitoral Federal, Talita Machado, sobre parte dos temas apresentados recentemente durante o Seminário Eleitoral do Sistema Confea/Crea e Mútua. Temáticas como registros jornalísticos anteriores à desincompatibilização, redes sociais e calendário de editais do processo eleitoral foram abordadas.

Assessores de Comunicação do sistema

Jornalista Claudia de Oliveira fala sobre a atuação da Comunicação Institucional do Conselho.

 

Jornalista Claudia de Oliveira, Coordenadora Aicom CREA-SC

Jornalista Adriano Comin, da Aicom CREA-SC

 

“Toda divulgação anterior à desincompatibilização deve ser mantida nos veículos de comunicação. A CEF orienta a não retirá-la de sites ou de redes sociais”, disse João de Carvalho, esclarecendo uma das dúvidas mais recorrentes. Em relação a manifestações espontâneas “de pessoa natural”, na internet, sobre os candidatos, estas não serão consideradas propagandas eleitorais.

Quanto a iniciativas dos Creas, relacionadas à realização de debates, vídeos, podcasts e outras ferramentas de divulgação que dependam da concordância dos candidatos, foi apontado que “eles não podem reclamar juridicamente, caso não aceitem convites enviados igualmente a todos os candidatos”.

Em relação ao calendário eleitoral, foi destacada a necessidade de divulgar, amplamente, editais como o do próximo dia 16, quando será publicada a relação dos candidatos e a abertura para impugnação. “Toda divulgação do processo eleitoral deve ser feita no site do Regional com visibilidade e fácil acesso”, destacou Talita Machado.

Henrique Nunes
Equipe de Comunicação do Confea