Oscar da sustentabilidade recebe inscrições até 22 de julho

image_pdf

 

22º Troféu Seriema premiará sete categorias de projetos ou reportagens sobre meio ambiente

 

Considerado o Oscar da Sustentabilidade e um dos maiores prêmios de meio ambiente do Brasil, o Troféu Seriema, organizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), está com inscrições abertas até o dia 22 de julho de 2024. Em sua 22º edição a mostra traz como tema “Mudanças Climáticas: a Hora de Agir é Agora”. Podem participar projetos realizados em todo o país nas categorias de Imprensa, Elementos Naturais, Biodiversidade, Sociedade Sustentável, Inovação, Produção Acadêmica e Gestão Empresarial para os ODS.

O prêmio nacional tem o intuito de reconhecer trabalhos da sociedade que, por meio de ações, conseguem transformar o mundo, realizar sonhos e concretizar ideias. O objetivo é conscientizar toda a sociedade acerca de suas práticas e os impactos que causam no meio ambiente.

Os interessados de todo o Brasil já podem inscrever seus projetos no Troféu Seriema por meio do site www.trofeuseriema.org.br. É só acessar a plataforma, ler o regulamento de participação, escolher uma modalidade e inscrever a iniciativa. As inscrições são gratuitas e serão efetivadas somente online.

Os concorrentes devem anexar ao formulário de inscrição os arquivos digitais contendo a apresentação do projeto, fotos, vídeos, slides e outros tipos de mídia para a complementação das informações prestadas. Cada participante pode inscrever mais de um trabalho, mas o mesmo trabalho não pode ser inscrito em mais de uma modalidade.

Todas as candidaturas válidas serão avaliadas por uma comissão julgadora composta por membros de notório saber no tema socioambiental e os três finalistas de cada modalidade serão apresentados na solenidade de premiação que será realizada presencialmente, em Goiânia, e com transmissão nas redes sociais do Crea-GO, em novembro de 2024, quando serão revelados os grandes vencedores. Ao projeto vencedor, será destinado o Troféu Seriema. Os autores e coautores dos trabalhos premiados receberão certificados.

Podem concorrer ao Troféu trabalhos executados por profissionais, personalidades, entidades e instituições públicas e privadas, pessoas físicas e jurídicas ou propriedades rurais, em prol da preservação, recuperação, defesa ou conservação do meio ambiente. O Troféu Seriema tem apoio institucional do Confea, dos Creas Regionais e da Caixa de Assistência dos Profissionais do Sistema (Mútua).

A ave Seriema é o símbolo da premiação desde sua primeira edição, em 2001. Encontrada principalmente na Região Central do Brasil, se destaca pela capacidade de adaptação e sobrevivência. O conceito foi traduzido artisticamente e deu forma de traços lisos e harmoniosos à estatueta, que se tornou a identidade do prêmio, considerado o Oscar da sustentabilidade, uma vez que já reconheceu centenas de projetos.

Descrição de cada modalidade:

•Elementos Naturais – abrange iniciativas com foco na conservação, manutenção e recuperação do solo, da água e do ar;

•Biodiversidade – iniciativas de manutenção e preservação das inter-relações e ecossistemas que envolvam flora ou fauna;

•Sociedade Sustentável – abrange iniciativas que envolvam as relações de dependência entre a sociedade e os recursos naturais, educação e conscientização ambiental, ou mesmo projetos de restauração e conservação de patrimônio histórico, cultural e urbanístico;

•Inovação – iniciativas que apresentem ferramentas inovadoras que contribuam efetivamente na preservação dos recursos naturais e que apresentem viabilidade técnica, econômica e socioambiental;

•Imprensa – Material jornalístico, produzido por qualquer meio de comunicação que tenha contribuído ou promovido efeitos socioambientais positivos;

* Produção Acadêmica – abrange pesquisas científicas realizadas no âmbito da academia (instituições de ensino superior), que visam a produção de conhecimento por meio de investigações práticas dos processos relacionados à sustentabilidade;

* Gestão Empresarial para os ODS – conjunto de ações empresariais e como elas se alinham aos Objetivos Globais do Desenvolvimento Sustentável, os ODS, utilizando de seus recursos financeiros, estruturais e humanos, com foco na inserção da Agenda 2030 na estratégia de negócios.