Latinhas inteligentes: tecnologia para bebidas geladas em 90 segundos

Já imaginou gelar a sua bebida em menos de dois minutos e sem precisar de geladeira? Sabemos que parece um sonho, mas acredite, as latinhas inteligentes já existem!

Por

Acadêmica da 9ª fase da Engenharia de Alimentos no Instituto Federal Catarinense de Concórdia – Santa Catarina, foi Coordenadora Estadual do Programa CREAjr-SC no ano de 2019.

   

O que são as latinhas inteligentes?

 

Antes de explicar é importante, primeiro, entendermos o conceito de embalagens inteligentes.

 

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, uma embalagem é essencial para a proteção dos alimentos durante as etapas de distribuição, armazenamento, comercialização, manuseio e consumo.

 

Já as embalagens inteligentes dispõem de tecnologias e sensores capazes de interagir com a sua atmosfera interna e sinalizar possíveis alterações microbiológicas ou físico-químicas.

 

Embalagem inteligente de salmão indica se o produto está apto para consumo, a partir de alterações de cor ocasionadas pela variação do pH.

Assim, as embalagens inteligentes, criadas a partir de tecnologias de alimentos, propiciam um monitoramento da qualidade do produto e uma maior praticidade para o consumidor.

E é neste contexto de praticidade que se enquadra a criação das latinhas inteligentes.

 

Mas, afinal, como elas funcionam?

 

Há décadas, diversas instituições buscam trazer para o mercado as tão sonhadas latinhas inteligentes com resfriamento automático. Mas, infelizmente, o alto custo e a possibilidade de impactos ambientais mantiveram esta tecnologia apenas em testes.

 

Durante a produção, latinhas comuns recebem uma espécie de serpentina com gás carbônico, que acionada pelo consumidor reduz a temperatura em até 16ºC.

 

Este resfriamento ocorre em até 90 segundos e se mantém por mais de 30 minutos, sem riscos à saúde humana e ao meio ambiente.

 

Saiba como está o andamento dos testes

 

O primeiro produto a adotar e testar as novas latinhas inteligentes de forma positiva, foi a Fizzics Sparkling Cold Brew Coffee, uma linha inovadora de café gelado gaseificado.

 

Para abrir a embalagem de baixo custo, deve-se vira-la de cabeça para baixo e girar uma peça plástica localizada em sua base, até que seja acionado o gás carbônico. Em seguida é só aguardar 90 segundos para consumir o produto gelado (veja o vídeo).

 

 

Em 2018, a nova embalagem teve a sua venda testada em 15 lojas da 7-Eleven em Los Angeles e gerou muita curiosidade nos consumidores, visto que estes sempre buscam por inovações práticas e funcionais.

 

As expectativas foram tantas que em 2019 a Joseph Company investiu mais de 20 milhões de dólares em infraestrutura e tecnologia para a produção das latinhas inteligentes em Youngstown, Ohio.

 

E desde então, aguardamos ansiosos por sua chegada ao Brasil.

 

E você, já conhecia esta novidade? Estaria disposto(a) a pagar mais caro por uma latinha inteligente? Conta pra gente!

 

Fonte: https://blogdaengenharia.com/latinhas-inteligentes-engenharia-de-alimentos/