13º CEP aprova propostas e elege delegados para o 10º Congresso Nacional dos Profissionais

 

Confira aqui as propostas aprovadas pelos profissionais catarinenses ao 10º CNP, que acontecerá em Palmas (To), de 19 a 21 de setembro.

 

 

O CREA-SC realizou nos dias 25 e 26 de julho, na ACE, em Florianópolis, o 13º CEP – Congresso Estadual dos Profissionais, com o objetivo de mobilizar a participação da área tecnológica catarinense no debate sobre as propostas e projetos para o desenvolvimento do país.

 

O evento contou com a participação de mais de 200 profissionais de todo o estado. A palestra sobre “Infraestrutura em Santa Catarina”, ministrada pelo Eng. Civil Ricardo Saporiti e pelo Economista Egídio Antônio Martorano, ambos da FIESC, foi o destaque da abertura.

 

Durante o encontro foram reanalisadas e aprovadas as 20 propostas para o 10º Congresso Nacional de Profissionais (CNP), que acontece de 19 a 21 de setembro, em Palmas (TO), após a realização da 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA). Foram eleitos 24 delegados (abaixo) para representar Santa Catarina no evento nacional.

 

Entre as autoridades, o presidente do Crea-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann; o secretário de infraestrutura e mobilidade de Santa Catarina, Carlos Hassler, representando o governador, Carlos Moisés; o  diretor geral da Mútua-SC, Eng. Civil Abelardo Pereira Filho; representando o presidente da Mútua Nacional, Paulo Guimarães; o presidente da ACE, Eng. Civil Carlos Koyti Nakazima; o superintendente do DNIT, Ronaldo Carioni Barbosa; o presidente da Eletrosul, Carlos Nascimento Krieger; o reitor da Unochapecó, Cláudio Alcides Jakoski; o coordenador do Cder, Eng. Agrim. Valdir Schneider e o coordenador do 13º CEP, Eng. Mec. Wilson Floriani.

 

Em Santa Catarina foram realizados 11 encontros preparatórios reunindo cerca de 500 profissionais. Foram aprovadas 123 propostas – sistematizadas em 66, 6 moções e eleitos 80 delegados para representar o estado, além dos 144 delegados natos.

 

O evento deste ano traz como tema principal: “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”. As contribuições e proposições fora alinhadas ao tema central e aos eixos temáticos do evento que são:

 

  • Inovações Tecnológicas – Inovações tecnológicas no processo de desenvolvimento econômico sob a ótica da Engenharia e da Agronomia;
  • Recursos Naturais – O papel da Engenharia e da Agronomia na utilização e aproveitamento de recursos naturais com sustentabilidade;
  • Infraestrutura – A governança da política de infraestrutura brasileira sob a ótica da Engenharia;
  • Atuação Profissional – Os rumos da formação profissional da Engenharia e Agronomia brasileiras;
  • Atuação das empresas de Engenharia – Governança das empresas de Engenharia e obras públicas.

 

O presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann, ressaltou a importância da participação e contribuição dos profissionais com proposições que estejam alinhadas aos eixos temáticos e com os projetos e ações de interesse do estado. “É um momento para refletirmos sobre o futuro de nossas profissões e reivindicarmos junto Sistema Confea/Crea e Mútua o posicionamento necessário para desenvolvermos estas ações e projetos.”

 

O Eng. Mec. Wilson Cesar Floriani Junior, assessor de apoio às entidades de classe e coordenador da comissão organizadora do evento, disse que o objetivo dos encontros preparatórios foi ampliar a participação dos profissionais catarinenses no debate. Ele explica que a atuação do Sistema Confea/Crea e as prioridades para o próximos anos serão pautadas em grande parte nas decisões aprovadas durante o CNP. “O 13º CEP é  um momento de união viando à defesa dos interesses e anseios dos profissionais catarinenses.”

 

O Diretor Geral da Mútua-SC, Eng. Civil Abelardo Pereira Filho, acrescentou que a Caixa de Assistência dos Profissionais tem assento na comissão organizadora do 13º CEP, participando de forma ativa tanto das decisões que envolveram a concepção, organização e realização do Congresso, como também das propostas estaduais e nacionais que podem contribuir com o desenvolvimento do país. “É importante e oportuno este alinhamento e participação, pois sendo integrantes do Sistema Confea/Crea e Mútua, estamos inseridos no contexto para sugerir e propor novas linhas de atuação aos nossos profissionais, aos Creas e também ao Confea”, destaca.

 

 

 

 

 

 

FOTOS DA ABERTURA

 

 

 

DOCUMENTOS  13º CEP

 

CONFIRA OS ENCONTROS REALIZADOS NO ESTADO